Vídeo amador mulher do corno bunda grande fodendo do seu macho de porto velho

visualizações

27 seg

Categoria:

Tag:

visualizações

27 seg

Categoria:

Tag:

Vídeo amador mulher do corno bunda grande fodendo do seu macho de porto velho

Vídeo amador mulher do corno bunda grande fodendo do seu macho de porto velho

 A sensação das suas bolas batendo na minha bunda, ele me puxando pela cintura e enfiando com força o pau no meu rabo foi me deixando cada vez mais louca e fazendo eu rebolar cada vez mais empurrando meu traseiro contra aquela pica gostosa até que eu gozei pelo cu… gritando e gemendo e pedindo pra ele continuar me fodendo… Depois, sentindo que eu estava relaxada, começou a me comer mais com força, socando aquele pau duro no meu rabo todo melado de gel e tesão, segurava forte na minha anca, de vez em quando dava uns tapas na minha bunda e fodia… fodia e fodia. -Mete,safado!Mete com gosto!-Ahhhh mas é um corno frouxo mesmo, por isso que a mamãe dá pra todo mundo, o corninho não aguenta nada. Dei play em um video e fiquei vendo no notebook. Ele queria que fizesse um filme erótico amador, onde ele seria o diretor e câmera, e eu seria sua atriz principal. – Não falei que sua surpresa ia ser grande? Ria…Ele sabia que adorava ser deflorada por mais um homem, e ao mesmo tempo adorava me ver sendo submissa a aqueles 2 machos.

Quando eu tinha vinte e dois anos conheci um homem maravilhoso e me apaixonei por ele, chamava-se Eduardo e era dezesseis anos mais velho que eu, já tinha sido casado e estava sozinho naquela época. Vamos para o seu quarto!Eu ainda tive coragem de falar:-Mas e a mamãe?Ele com cara de safado e sorrindo com simpatia:-Flávia…você não é minha primeira putinha, já tive várias! E tua mãe soube de quase todas e nunca se importou…ela sabe muito bem o que é melhor para ela! E vejo que você também, não é mesmo?"Bom, esse é me segundo conto, espero que gostem!Ele arrancou minha roupa, me deixando só com a bota, me agarrou pelas pernas em me colocou em cima de seus ombros e começou a chupar minha buceta.

Nós 3,já relaxados fomos pra piscina e vimos Milton,Djalma e Moacir se aproximarem do Geraldo e do Expedido,que parecia qua não queriam gozar ainda;Djalma se ajoelhou e começou a chupar Geraldo…babava o pau do cara;enquanto isso Milton e Moacir dividiam o pau do Expedido,chupavam e se beijavam ;um chupava o saco do cara,enquanto o outro chupava o caralho já babado…Os três se posicionaram na posição de 4 e Geraldo passou gel nos rabos dos caras,enfiando os dedos…e começou fodendo Djalma que deu um grito quando sentiu o caralho forçando seu cú de macho casado;Milton do lado se beijava com Moacir e pedia a Expedido que o fodesse logo…o qual foi atendido rapidamente…o cara passou o gel e meteu,enquanto ele continuava beijando Moacir…depois eles revesavam e fodiam um depois outro e mandava os três se beijarem…depois mandou ficarem de frango-assado e metia em um e depois em outro…Os 3 acusaram que iam gozar e se punhetaram gozando…Geraldo e Expedito,tiraram os paus dos rabos dos caras e gozaram nos rostos dos três e eles se beijaram chupando a porra dos dois…eu,Jobson,Anderson e Ferreira nos aproximamos deles e nos beijamos sentindo o gosto das porras dos caras;eles dois (Geraldo e Expedito) já estavam na piscina tomando banho e vendo aqueles machos casados,putos e liberais se beijando…fomos todos para juntos dos dois,o qual tivemos uma surpresa:Eles vieram de um a um e deram um beijo de língua…beijo de macho,língua grossa e muita saliva e Expedito falou:Ninguém vai dormir hoje…nossa noite começou agora!Breve continuo o que aconteceu nesta noite….

Quando voltei para minha cama já estava mais calma e com os pensamentos em ordem, eu não estava com raiva, meu sentimento era uma mistura de euforia pela tesão e prazer que senti e ainda sentia, alegria por ser agora mulher e um pouco de vergonha por tudo ter acontecido com meu pai, eu gozei e me assumi puta na frente do papai! Logo pensei melhor e percebi que o safado foi ele, se alguém tinha que ter vergonha era ele! Fiquei até de madrugada analisando tudo aquilo e logo me veio na mente a grande dúvida. Naqueles três dias que lá estive, Luiz veio em meu quarto todas as noites e eu fui a putinha daquele macho que me comeu de maneira mais deliciosa.