Ruiva do cuzinho rosado

1 min 3 seg

Categoria:

Tag: , , ,

visualizações

1 min 3 seg

Categoria:

Tag: , , ,

Ruiva do cuzinho rosado

Ruiva do cuzinho rosado

Eu transo há muito tempo mas nunca tinha batido uma siririca, pois não via graça em tá se acariciando com os dedos, sempre preferi ser comida de verdade, eu tinha o pensamento que nada poderia substituir um pênis.

Nunca olhei diferente pra ela, sempre a respeitei e ela nunca demonstrou algum sentimento.

Ela mordia os próprios lábios para não gemer, o marido ia ficar brabo se soubesse que ela estava dando sem pedir a ele, ele talvez nem a perdoasse por estar dando para alguém que mal tinha voltado para a família.

Até então , nunca vi maldade nele e nem tinha nenhum pensamento além de amigos.

Naquela noite, após vários orgasmos e um sexo delicioso, enquanto conversávamos sobre assuntos diversos, Amanda me confidenciou que se segurou para não enfiar o dedo enquanto “bolinava” meu cuzinho.

Ela se virou pra ver o que eu estava fazendo que tinha parado, me viu chupando o dedo que estava nela ,ai me beijou, com o gosto da buceta dela na minha boca. com– Era isso que vc queria né vagabunda, minha aluna safada, rebola gostoso vai.

Conseguia sentir o cheiro daquele cuzinho rosado sem mesmo chegar perto, estava parecendo um animal prestes a pegar a sua fêmea no cio.

No dia seguinte estava mal humorado sentando no sofá vendo TV quando a campainha tocou. "Descrição:Ruiva natural,olhos verdes corpo sarado com dois peitões.

Fui colocado dentro do meu carro, completamente nú, meu corpo doía todo, eu estava todo sujo da porra dos caras, eu sentia gosto de esperma na boca e cheiro de esperma e merda no meu corpo.

Hoje os rapazes estão em dúvida? Que estranho!– Nós também achamos que ele toparia de cara, mas… bem, estamos quase certos de que ele vai participar sim, ficou de nos dar uma resposta amanhã. – Meu cú? Ah, eu sabia! Você estava olhando o meu bumbum, não estava?Fiz que sim.

"Ele mal se aguentava de tesão, pois sua esposa Fátima estava naquele hotel com Cristiano, amigo da família e com quem Fátima mantinha um tórrido romance, de conhecimento do marido e aprovado por ele.