Negao comendo o rabo da loirinha safada e casada

visualizações

2 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , ,

Negao comendo o rabo da loirinha safada e casada

Negao comendo o rabo da loirinha safada e casada

Ao encostar a língua na minha xaninha, ele disse:” ahhh que tesão, é exatamente o gosto que eu imaginava enquanto batia uma com suas calcinha na boca, tesão!”Aquele homem conseguiu atiçar o meu lado mais safada, mais pervertida possível.

Do jeito que você queria!Alberico olhou para o negão à sua frente.

A noite meu pai se trancou no quarto com minha mãe e ficamos na sala assistindo até umas 11 horas quando falei que também iria dormir, entrei no quarto, coloquei uma camisola azul, bem curtinha e sem calcinha, que meu marido adora, apaguei a luz e me joguei na cama, mas não tranquei a porta, acho que foi de propósito para ver se meu primo tentaria alguma coisa, esperei um pouco e então ouvi a porta do quarto se abrindo, fiquei esperando e fingi que estava dormindo, ele sentou ao lado da cama e começou a passar mão nas minhas pernas e começou a subir até chegar na minha chana e então não pude disfarçar, pois estava muito molhada, ele percebeu e disse ” nossa que buceta grande e tesuda, tá me querendo né safada, agora vou te mostrar o que é um homem de verdade”, caiu de boca, me lambia toda, acho que em 8 anos de casada nunca tinha sentido tanto tesão e a essas horas nem me lembrava que era casada, gozei como uma vadia da boca dele, depois bateu uma sensação de culpa, afinal nunca havia traído meu marido, mas então pensei, isso é o que ele quer é o desejo dele por que não aproveitar, assim, justificava o sentimento de culpa. Kelly tremia os dedos dentro de si, imaginando ser ela dando para o filho, ficou pensando se ela estaria apanhando, se o filho estaria comendo seu cuzinho nessa hora, sentiu seu ânus piscar, ela queria dar o cu, queria que o seu rabo sangrasse novamente no pau do filho, que ele a fizesse lamber aquela tora depois de fude-la, queria apanhar de novo, queria ser sua puta. Depois de chupar mais um pouco, Claudia tirou ele da boca e ainda segurando nele disse:-Nossa…imagina você gozando assim na minha bundinha!A essa altura, eu ja estava implorando para entrar em algum motel com a minha loirinha, Claudia não largava meu pau, e disse que estava doida para sentar nele…mas só para provocar e me deixar louco, disse que iria embora para me deixar com mais vontade e que no proximo fim de semana nos encontraríamos novamente para realizar outra “aventurinha gostosa” como ela mesma nomeou nosso delicioso encontro.