Mulata Gozando Com O Consolo Socado No Cuzinho

Mulata Gozando Com O Consolo Socado No Cuzinho

Mulata Gozando Com O Consolo Socado No Cuzinho

Bom esse conto é verídico, tenho 38 anos casado com uma linda mulata.

Sua mão deslizava se dentro da minha calcinha, enquanto ele alisava a minha bucetinha, seu dedo tocava forte no meu cuzinho, aquilo me deixou doidinha de tesão a minha vontade era de voltar pelo mesmo caminho de onde viemos e fazer tudo de novo, mas eu só não voltei porque eu já estava atrasada para chegar em casa, quando ele saiu do meu carro, eu falei hei a minha divida já está paga né, ele deu uma risada e disse, você demorou tanto para pagar e agora eu preciso calcular os juros e saiu do correndo, eu fui pra casa pensando naquela tarde deliciosa que passei com o meu cunhado e já estava louca para repetir e lhe pagar os juros, ainda mais depois que ele falou dos juros, eu tinha certeza de que ele me procuraria mais vezes e eu não teria como negar, porque ele sabia do meu segredo e agora ele era o meu pesadelo e o meu produto de consumo que eu mais desejava, ele não tinha nada a perder ele só tinha a ganhar e isso incluía em me ganhar também, porque a partir daquela tarde ele teria motivos duplos pra me chantagear, mas eu sei que fui fraca e não me arrependo do que fiz e quero fazer tudo de novo, eu não quero que essa conta se acabe tão cedo.

eu vou GOZAR…AAHHMMAIIIIIINN!Ela gozando, gemendo e gritando e eu ainda bombando, quando senti que ia esporrar tirei o cacete e subindo nela gozei naqueles lindos seios, ela pediu:-Na minha boca tio! Quero teu leitinho…Com prazer ela abocanhou meu pau babado e limpou-o gostoso, depois com as mãos coletou esperma dos seios e lambeu com gosto os dedos:-Gostoso teu leitinho tio…Nos dois descansamos um pouco, eu ainda queria provar aquele rabo, um cúzinho assim não passa sem vara se depender de mim, mas já estávamos muito atrasados:-Vamos embora Flávia, sua tia vai desconfiar. ia num puteiro, então vamos transformar… Pegou um cabo de aço dos aparelhos, bateu na minha bunda, doeu pra caralho…Ele me deaamarrou, e eu tive que chupar os 4 um por um"Aquela brincadeira de chupar o pau do meu irmão estava uma delicia, mas larguei aquele pau delicioso e me deitei na cama, meu irmão foi abrindo as minhas pernas e foi invadindo a minha bucetinha, com a sua língua quente e afiada, com dois dedos, socados no meu cuzinho, ele fazia um vai vem, muito gostoso que me fazia delirar, sua língua passeava por dentro e por fora da minha bucetinha, eu me contorcia de tanto tesão, eu soltava gemidos e sussurros, rebolando deliciosamente, eu apertava o seu rosto, contra a minha bucetinha e logo tive o meu primeiro orgasmo. – Ele abriu a gaveta e tinha os meus diversos consolos.