Loira fazendo anal rebolando funk (video by Agathalira

Loira fazendo anal rebolando funk (video by Agathalira

Loira fazendo anal rebolando funk (video by Agathalira

Gosto de dar o máximo prazer ao meu macho, ficando totalmente submisso e fazendo todas as vontades dele. Além do mais, ela pensava consigo mesma, continuava tão afim de homens como sempre fora, na verdade ainda mais.

Eu tive um gozo fantástico, mas os dois ainda quiseram mais, e o Ismael me fez entender o que ele estava pensando quando enfiou um dedo no meu cuzinho. – “Ah, loira… fala sério… Ela é uma gatinha.

Fui procura-lo, ele estava tocando a boiada para o curral, fiquei olhando-o de longe, e ele me fitando sempre. só que dessa vez o frade pediu pra ela abrir a bunda e ele jogou um óleo pra entrar melhor. – pra falar a verdade eu não sei, só fiquei esperando o tempo passar, pra tu vir logo – respondi.

com"-AAAAAAHHH, isso tia, mama pro tio Antonio ver e ficar doido com as duas putinhas dele.

O que Paulo viu foi à oitava maravilha do mundo. Marcos ainda ficou masturbando-se um pouco, gozando o resto do seu tesão sobre a boceta da loira. -boa tarde! Vc mora no apartamento de cima neh!?"e respondo no ouvido delaEu já estava acostumada a dar o cuzinho, mas nunca com um pau daquele tamanho, mesmo assim me posicionei afinal eu ia dar o cuzinho pro meu irmãozinho querido, ele lambeu o meu cuzinho até deixar ele bem molhadinho, quando o seu pau começou a entrar no meu cuzinho a dor era insuportável, mas depois de varias socadas, veio aquela sensação de alivio e eu já estava rebolando a bundinha naquele pau enorme, era uma sensação tão gostosa, era um prazer anunciado e acabamos gozando juntinhos, parecia que o meu cuzinho estava rindo de alegria e satisfação. O Tempo passou e as coisas entre meu pai e minha mãe era visivelmente cada dia pior, minha mãe sempre queria roupas, calçados, comidas caras, jantar fora sempre que meu pai podia ele nos dava, mas para ela não era suficiente.

imagem do pai dele não saia da minha cabeça.