Gordinha sentando no pau

Gordinha sentando no pau

Gordinha sentando no pau

Imediatamente senti um jato de porra saindo do seu pau; tentei aparar com as mãos, mas foi tão forte que alcançou a parede do box. Só que, um dia, a Angela veio com o papo de que muitas amigas faziam, e coisa e tal, e eu fui taxativo.

O nosso amigo que estava ao lado perguntou se ia ficar ali segurando vela, eu respondi que a hora dele ia chegar então tirei minha roupa e mandei os dois ficarem pelados também. Encaixando com muito cuidado meu pau naquele cuzinho já todo lubrificado pela minha baba. E ela chupava minha vara com mais vontade ainda, fazendo movimentos de vaivém com a boca.

Ela não era tão bonita era gordinha, tinha seios enormes,. – Fez bem, então vou subir e tomar um banho mais rápido do que ele. Pronto para tomar um pau, e eu loco pra gozar ele se deitou de bruços no sofá, com a bunda levemente levantada: subi por cima dele com as pernas bem abertas, mirei e entrei direto naquele cuzinho apertado, metade do meu pau foi mordido. Logo senti algo sendo passado na minha bundinha, pensei ser o pau bem duro, senti ele encostando na minha bucetinha e senti ele entrando nela e logo percebi que não era um cacete e sim um cassetete. Era só agente ficar só que eu já virava a bunda pra ele, as vez eu deitava de bruços e descia minha bermuda e ficava com a bundinha lisinha, arrepiadinha, pra ele… socar aquela piroca.

Fazia isso com maestria, sem parar de me punhetar, meu pau pulsava e comecei a dar dicas de que não aguentava mais me segurar, ela subiu passando os lábios de lado até engolir meu pau no exato momento em que ia começar a gozar.

E foi então que ele pediu para que eu sentasse, e como não sou boba, com um movimento rápido estava por cima e sentando sem parar, descontroladamente em movimentos rápidos, enquanto ele passava as naos pelo meu corpo e afundava o rosto entre meus seios.