Gemido Gostoso Da Novinha Tatuada Liberando O Cuzinho Para O Macho Do Pauzao No Carro

visualizações

78 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , ,

Gemido Gostoso Da Novinha Tatuada Liberando O Cuzinho Para O Macho Do Pauzao No Carro

Gemido Gostoso Da Novinha Tatuada Liberando O Cuzinho Para O Macho Do Pauzao No Carro

Ela era virgem!Eu enfiei minha lingua o mais profundo que pude ela gritou de tanto que gozou, eu bati tão forte na bunda dela que ficou minha mão tatuada na bunda dela hahahah.

Nos alimentamos bem e quando chegou a noite,liguei para a gostosa da praia,conversei com ela e disse que passaria o telefone para Rodrigo,ele falou para ela estar no endereço que passou e na hora marcada,se despediu rispidamente e desligou,me falou para tomarmos um bom banho e assim fizemos,vestimos apenas shorts sem cueca de propósito e aguardamos até que chega a gostosa,com um micro short e um top,ela entra e apresento Rodrigo,ela ficou parecendo cadela no cio pois estava sozinha com 2 machos,nos olhava com desejo e nós também a olhávamos com fome de sexo,Rodrigo foi direto e disse:Vamos ao quarto comer essa cadelinha. ELE OLHOU- NOS OLHOS E DISSE NUM INGLES BRITANICO EU NÁO FALO SUA LINGUA PERDÁO, MELISSA ENTÁO RESPONDEU NA SUA TAMBEM NUM INGLES IMPECAVEL, MAS EU FALO A SUA, EST[A INTERESSADO EM ME COMER AQUI E AGORA, CASO TENHA UM PAU QUE ME AGRADE SORRIU ELA PARA O GRINGO, QUE RESPONDEU NÁO SEI SE VAI LHE AGRADAR E TIROU PARA FORA UMA ENORME PICA DURA E VERMELHA, TINHA UMA GRANDE CABE;A E ERA MUITO LARGA, MELISSA SORRIU APROVANDO A FERRAMENTA E APONTOU PARA O MEIO DAS PERNAS, O CARA ENTENDEU E SE AJOELHANDO COME;OU A CHUPA-LA O QUE FAZIA MUITO GOSTOSO, LOGO ELA COME;OU A REVIRAR OS OLHINHOS E A DAR GEMIDOS GOSTOS DEIXANDO A GALERA ENLOQUECIDA, A MULHER QUE A CHAMARA DE LOUCA AGORA NÁO FALAVA MAIS, SUA RESPIRA;ÁO ESTAVA ALTERADA PELO TEZÁO E ERA ACARICIADA PELO MARIDO, O CARA CONTINUAVA CUPANDO ENFIAVA A LINGUA O MAXIMO QUE PODIA NAQUE GRUTA QUENTE E UMDIDA, MELISSA COMECOU A SENTIR AS PERNAS TREMENDO E VIU QUE NÁO AGUENTARIA FICAR DE P[E, MAS NÁO QUERIA SENTAR, RESOLVEU INOVAR ESCOLHEU DOIS JOVENS QUE SE ENCONTRAVAM NA FRENTE E PEDIU PARA QUE A SEGURASSEM, FOI PRONTAMENTE ATENDIDA E LARGOU TODO PESO SOBRE OS RAPAZES QUE SE DELECIARAM E APROVEITARAM PARA FICAREM GRUDADOS NELA O MAXIMO, O CARA CHUPA E ELA GEMIA, DE VEZ ENQUANDO ENCOSTAVA O ROSTO NOS RAPAZES, E ESTES A SEGURAVAM COM CARINHO MAS FIRMES, SEM PERDEREM A CENA DA FRENTE, NISTO GRINGO PAROU DE CHUPA E SE LEVANTOU, E J[A APONTA SUA ARMA PARA PENETRA-LA QUANDO ELA DISSE QUE AINDA NÁO E PEDIU PARA UM DOS RAPAZES QUE A SEGURAVA QUE TIRASSE DO BOLSO DE SUA JAQUETA UMA CAMISINHA E ENTREGASSE AO GRINGO.

E dai em diante nos vemos todo final e semana (…)"Vou contar para vocês um conto que aconteceu comigo e com uma novinha que era amiga da minha irmã. PODIA ATÉ SENTIR O CHEIRO GOSTOSO DA BUCETINHA JOVEM E DO MEU ESPERMA QUE ESTAVA NELA, FIQUEI OLHANDO BEM ENTRE OS BEICINHOS E DEREPENTE COMEÇOU UMA VERDADEIRA CASCATA DE LEITE A SAIR DA VAGINA SATISFEITA, A RACHA FICOU BRANCA E COMEÇOU A ESCORRER EM DIREÇÃO AO SEU CUZINHO, ELA SENTIU QUE ESTAVA ESPULSANDO O LEITE E QUIS LEVANTAR-SE RAPIDAMENTE COM MEDO DE SUJAR OS LEN´CÓIS DA IRMÃ, MAS EU NAÕ DEIXEI, PODE FICAR TRANQUILA AMOR EU GOSTO DE VER O LEITINHO SANINDO, TENTE COLOCAR TODO PRA FORA, ELA DEITOU-SE NOVAMENTE RENCOLHE AS PERNAS FICANDO COM A BUCETINHA BEM ABERTA DIIXOU QUE ESCORRESSE LENTAMENTE O LEITE AINDA QUENTE, DE VEZ ENQUANDO SAI MAIS E MAIS, ASSISTI AQUELE ESPETACULO QUE TAMBEM ADORO, QUANDO VI QUE ELA DEVOLVERA TODO O NECTAR QUE EU DEPOSITARA DENTRO DA SUA BUCETA, LEVANTOU FOI PARA O BANHEIRO, EU FIQUEI ALI DEITADO, HAVIA CONSGUIDO REALIZAR UM SONHO, COMER UMA NINFETINHA COM UNIFORME COLEGIAL.

Fiquei de quatro,esperando aquele pauzão gostoso entrar na minha bucetinha.

O amigo encapou a pica, me colocou de 4, arrancou minha calcinha, apontou o pau no meu cuzinho e foi enterrando sem pressa (do jeito que eu gosto). Ele me seguiu até o fundo do cinema onde abriu o zipper da sua calça liberando seu kct enorme…ele desceu um pouco minha calça e começou a esfregar seu caralho no meu reguinho enquanto dizia com uma voz rouca de tesão que queria me comer ali mesmo.

"ola pessoal, esse é meu primeiro “conto”, mas sempre fui amante de animais, como sou de interior na minha adolescência sempre fui tarado kkkk e descarregava nas ovelhas no sitio inspirado pelas historias do meu pai que dizia que pegar as ovelhas fazia o pau crescer kkkk, entao acho que isso ja vem de familia sempre via o velho deixar as vacas lamber o pau dele vim para a cidade estudar, mas sempre sentia falta do sitio… as coisas mudaram quando minha mae morreu e eu voltei pra ajudar o velho e ficar por perto tambem, entao comecei a cuidar das poucas ovelhas e algumas vacas de leite o velho sempre por perto fazendo o que podia fazer, entao certa vez ele começou a contar as historias dele com ovelhas cabras e tudo que ele aprontava, entao disse a ele que sempre via ele dando pau pra vaca lamber e ele caiu na risada ja to muito velho pra isso mas esperimente se quiser kkkkkkk ria alto, sem pestanejar assim o fiz, era uma delicia aquela lingua enorme lambendo tudo fiquei de pau duro imediatamente… nao aguentei ali mesmo na frente do meu pai fui pra traz da vaca e comecei a bombar na bucetona dela gozei tao forte que quase desmaiei kkk, o velho disse sai que é minha vez nunca mais tinha fica de pau duro, olhei pro lado e vi uma bezerra que tava em seu primeiro viço, fui tentar chegar perto mas ela ela muito arredia, comecei a me aproximar devagar ate que por fim peguei a acalmei ate que consegui… nossa nao acreditei foi muito bom comecei com uma sirica nela e depois fui metendo tao gostoso lentamente ela comecou a vir pra traz com se quisesse mais, foi adica pra comecar a bombar com força como ja tinha dado uma gozada consegui segurar bastante… foi maravilhoso agora toda primeira viço é minha das bezerras e das ovelhas tambem… mas isso eu conto outra horaDia 27/11/12 Fui ao supermercado Bretas do centro e na hora de colocar compras no carro decidi dar uma espiada no banheiro do estacionamento.