Foda paraense comendo cuzinho no chuveiro

visualizações

28 seg

Categoria:

Tag: ,

visualizações

28 seg

Categoria:

Tag: ,

Foda paraense comendo cuzinho no chuveiro

Foda paraense comendo cuzinho no chuveiro

Sacou o pau da boca da Patrícia, antes que perdesse a enrabada na namorada, e aproximou a cabeça do pau do buraquinho dela. Virei e falei que iria fazer mais um pouco de massagem nela, ela deitou no meio da cama e comecei a passar óleo, que sem querer deixei escorrer para dentro das laterais do vestido, onde tive que passar a mão para tirar, encostando no começo de seus peitos, ela fingiu não ter acontecido nada e continuou elogiando a massagem, comecei a descer e fui pros pés e pernas, e bem aos poucos subindo para as coxas onde massageava por dentro chegando a entrar um pouco em seu vestidinho leve de verão e voltava, via que ela até dava pequenas tremidinhas, e eu voltava para suas costas, via em sua respiração a soltando o ar como ela se irritava, queria que continuasse ali, fiz isso de a provocar mais algumas vezes até que nem eu aguentava mais, massageando suas coxas com óleo levei a mão bem perto da sua bocetinha, estava fervendo, dava pra sentir o calor só de chegar perto com as mãos, não resisti e comecei a tocar, ela já estava com a calcinha inteira molhada, puxei a calcinha de lado e enfiei meu dedo na bucetinha molhadinha dela e ela dava pequenos gemidos, até que ela não aguentou e virou pra mim e disse: me come agora! Para de enrolar que não aguento mais. Vou descrevê-los: Jobson,40 anos,casado,moreno claro,bigode,uns 80kg,do interior de SP; Ferreira,Carioca,casado,42 anos,sério,estatura média,uns 82 kg,claro, e era de Curitiba;Anderson,Paraense,38 anos,casado,moreno-claro,uns 79 kg,não muito alto;Djalma,baiano, 42anos,negro,casado,uns 87 kg,um pouco acima do peso,muito machão e sempre se dizendo pegador e tarando as 5 mulheres gerentes;eu sou Gérson,42 anos,casado,tenho 82 kg,sou morenos claro e muito tímido,mas já estava me saindo bem com os novos amigos.

José meteu com força e conforme comia minha bucetinha com uma mãe ele brincava com meu cuzinho e a outro puxava meu cabelo com força, eu não via nada, só gemia pedindo mais; depois de um tempo nessa posição ele me levantou, beijava e mordia meus peitos, deixando ele cada vez mais duros, pegou a cinta e me deu mais uma cintada me chamando de sua puta particular.

Patrão acho que ele tava com tanta vontade do senhor que abriu o cuzinho pro seu pau entrar sem forçar.

E me faz um favor: Volta pra lá ou pra qualquer outro lugar! Vai pro inferno!Eu estava inconsciente, mas sentir seus lábios aos meus fez-me sentir que ainda havia fogo ali. Tirei a foto e depois ele começou a passar seu pau no meu rabo em várias posições até seu pau começar a babar… nessa hora, pediu prá e colocar a camisinha nele e ficar de costas com a bunda bem arrebitada prá ele.

Era o que ele fazia, segurando a cabeça com as duas mãos e fazendo lentamente o vaivém como se estivesse comendo uma bucetinha.

– Desculpa, seu Kaplan…– Não tem problema, Adriana, isso acontece, chuveiros estragam, pode usar o meu banheiro, sem problemas.