Flagra Amador Real Brasileiro Gulosa Muito Safadona Fodendo Com Plug No Cuzinho Com Seu Ex-noivo Vacilão De Recife

18 seg

Categoria:

Tag: ,

visualizações

18 seg

Categoria:

Tag: ,

Flagra Amador Real Brasileiro Gulosa Muito Safadona Fodendo Com Plug No Cuzinho Com Seu Ex-noivo Vacilão De Recife

Flagra Amador Real Brasileiro Gulosa Muito Safadona Fodendo Com Plug No Cuzinho Com Seu Ex-noivo Vacilão De Recife

Depois de gozar, voltou a elogiar os brasileiros.

Ele queria que fizesse um filme erótico amador, onde ele seria o diretor e câmera, e eu seria sua atriz principal.

– É só que… O que diabos aconteceu aqui?meu nome é Leo tenho 22 anos e queria contar algumas historias reais q aconteceu comigo e minha irma, tudo começou quando tinha 19 anos e ela 18, eu sou viciado em filmes pornos e adoro tocar bronha vendo os filmes, certo dia na madrugada estava vendo um filme erotico no computador e tocando uma boa bronha minha irma q dorme em quarto diferente q o meu, acorda e me pega no flagra tocando uma bronha…nao tive o q falar e muito sem graça guardei meu pau embaixo do pijama, mas como tava muito duro nao adiantou nada,minha irma foi beber agua e quando voltou perguntou o que eu estava fazendo falei para ela numa boa q tava vendo um filme erotico e tocando uma punheta porque estava muito excitado,ela ficou com vergonha e quis ir embora dormir, mas falei com ela para ficar mais um pouco, ela se sentou do meu lado e continuou vendo o filme, ela estava com um baby dol bem curtinho, pela blusa dava para ver os biquinhos dos seios bem durinhos, eu estava com a coberta em cima do meu colo, mas meu pau estava muito duro, cada cena do filme ela, em q a mulher chupava o cara ela parecia ficar mais excitada, pedi para ela deitar no meu colo para que pudesse ficar mais confortaval, quando ela deitou sentiu meu pau duro, e pensei q ela iria sair na hora, mas ela colocou a mão sob a cabeça e ficou acariciando meu pau, nao aguentei e tirei meu pau do calção e mostrei para ela, ela começou a bater uma punheta bem gostosa pra mim afinal de contas era a primeira vez q agente tava fazendo isso e era a primeira vez q ela ia botar a mao em um pau,mas ela foi e colocou ela falou q nao sabia como se fazia…peguei a minha mao e peguei a mao dela e começou o movimento de sobe e desce, logo aprendeu, ela com akela maozinha pequeninha batendo uma punhetinha bem devagar, ficou batendo akela punhetinha bem devagar…foi quando o filme começou a esquentar e falei para acelerar a mao…nessa hora parecia ate q ela tinha muita experiencia ela comeceu a acelerar certinho e eu vi q logo iria gozar…perguntei se ela queria chupar na hora ela falou q nao com medo e ate com cara de nojo, aceitei na boa e falei q iria gozar…dei a sugestao de irmos no banheiro de empregada para gozar na privada,,,ela foi atras de mim igual uma putinha…chegando la fiz ela sentar na privada nao aguentei e dei ate uma forçada na cabeça dela para chupar mas ela estava com medo…ela so ficou tocando ,avisei q iria gozar para ela acelerar mais a mao ela obedeceu,,,gozei dentro de uma pia e de primeira vista ela nao gostou…mais foi a primeira vez q agente fez uma sacanagem…depois dessa quase todos os dia ela queria dormir no meu quarto, no proximo conto como ela bebeu muita porra… Postar umas fotos dela….

Fiquei muito aliviado depois dessa conversa.

Ele se posicionou e penetrou na minha bucetinha me fazendo gemer de tesão, ai q pika delicosa, cada vez estocando mais e mais forte batendo nos meus seios ele falava geme sua puta geme no pau do seu macho e aquilo me deixando com muito fogo, tirou o pau da minha bucetinha e mandou eu ficar de 4 imaginando o que ia acontecer, mas ele começou comer minha bucetinha novamente me fazendo gozar naquele pau me fudendo forte, quando ele sentiu q eu gozei me disse que não tinha acabado e colocou o polegar no meu cuzinho dando mais estocadas na minha bct nossa eu tava gostando de tudo aquilo até que ele tirou o cacete na minha xaninha e deu seu pal com meu mel pra chupar q dlç eu estava sendo uma putinha de vdd, ainda de 4 ele deu um tapa na minha bunda eu gritei ele disse cala a boca cadela você vai gritar agora e ele foi introduzindo aquela rola no meu cuzinho na hora senti dor e prazer ao msm tempo, meu cuzinho tava latejando de dor quando passou a cabeça ele parou e ficou admirando e começou a forçar até entrar tudinho, quando entrou tudo ele ficou parado com a pika no meu cuzinho pra me acostumar e começou a meter devagar no meu cu aumentando a velocidade e cada vez fudendo mais forte meu buraquinho e eu gostando e gozando até que ele anuncia que vai gozar, tirou o pau do meu rabinho e colocou rapidamente em minha boca começei a chupar e logo senti aquela porra quente entrando em minha boca q dlç. Eu respondi que ela era muito safadona, com um sorriso nos lábios. No sabado, acordamos por volta das 09:00hs, aprontei-me para ir ao café e praia, Marcela ficou no apto se arrumando, enquanto esperava fora do apto, quando saiu veio de fio dental e uma entrada de banho, perguntou que tal?, disse que tava linda e gostosa, tomamos café, o hotel tava lotado, no café reparei mesmo que tinha um grupo grande de jovens, e ficaram olhando pra ela, saimos pra praia, fomos para uma barraca, o garçom nos serviu caipirinha e petiscos de peixe, ficamos bem a vontade, Marcela vez por outra ia a praia tomar banho, quando voltava via que até o garçom olhava, até comentei e ela ria, voltamos por volta das 14 horas pro hotel, ficamos na piscina, numa tenda e ela numa cadeira bronzeando a bunda, tinha uma rapaz que estava vizinho a nós e o se apresentou dizendo que estava com um grupo de Recife, na conversa disse que veio com os amigos passear, que estava sozinho e os demais com as namoradas, pois tinha saido de um relacionamento a pouco tempo e queria no momento ficar só sem compromisso, senti que ele tava jogando charme pra cima da Marcela, me deu ciumes e tesão ao mesmo tempo, bom já estavamos um pouco tontos com tanta caipirinha, Marcela foi pra piscina ficamos conversando, então fui no apartamento buscar o celular, quando voltei, os dois estavam na piscina bem perto um do outro conversando e rindo, quando cheguei a Marcela saiu da piscina e o rapaz ficou lá, pouco depois saiu também, notei um volume no seu short, mais nada comentei e Marcela só ria, então, como já era tarde quase 18 horas, nos despedimos, o cara já descarado apertou minha mão e deu um beijinho no rosto da Marcela, saimos também, perguntei o que houve pois tinha visto os olhares e vi o volume no short dele, ela disse amor não foi nada demais, ela olhou pra mim e viu que eu também tava de pau duro, riu e disse no apto te conto, chegando lá ela disse que quando sai ele foi pra piscina e ficou cantando ela, que encostou o pau nela, dizendo que era gostosa, ela disse que eu poderia vim e não fez nenhuma reação, disse amor ele ta tarado em mim, não fizemos nada, foi logo pegando no meu pau, ela então disse não faço nada pra te magoar, então tive coragem e disse não amor, estou gostando disso, então tomamos banho, Marcela disse podemos fazer algo diferente que nunca fizemos eu disse você que comanda então ela disse não vai ficar com raiva nem ciumes, eu disse não amor, então tomei banho e me deitei pra descansar, ela ficou um tempão no banheiro, voltou colocou uma calcinha branca de renda, uma saia preta justa e bem curta, uma blusa branca sem sutiã, mostrando os peitões, saimos para o deck pra tomar um vinho, quando o rapaz chega com o grupo, ficaram conversando, veio nos cumprimentar,disse vocês vão sair, ele disse sim, perguntei não quer ficar conosco, a Marcela só olhando, então ele disse legal vou avisar o pessoal, voltou sentou-se conosco no inicio só papo banal, pois o clima tava meio tenso, quando perguntei ja ficou com casal, ele disse nunca, perguntei tem camisinha ele disse sim, eu disse vou pro apto espero vocês la, depois de uns 15 minutos chegaram já abraçados, Marcela já bem a vontade sem batom, ficaram num amasso e eu sentando numa poltrona, quando Marcela tira o pau dele pra fora, vi que era duro mesmo, e medio, começou a chupar, depois foi tirando a roupa, ficou só de calcinha deu a buceta pra ele pegar, depois deitou-se e ele passou a chupar sua buceta, ele colocou a camisinha e meteu, como ela esta com muito tesão começou logo a gemer dizendo que tava gozando, virou-se e ele passou a come-la de 4, ela gozou umas 3 vezes pra depois ele gozar, depois disso ela pediu pra ele ir embora, ele atendeu e ficamos, fui pra perto dela, institivamente ela colocou minha mao na sua buceta que pingava com seu gozo pedindo pra mim meter meti e gozamos juntos, foi maravilhoso minha vez como corno assumido. Mas quando cheguei em casa, eu vi uma cena que já mais queria ver, no sofá da sala eu já vi a saia e a blusa da minha irmã, entrando pelo corredor, encontrei a sua calcinha, na porta do quarto encontrei o seu sutiã a minha irmã estava de quatro em cima da cama, com o pau do meu marido socado no seu cuzinho, me aproximei e fiquei olhando, ele fodendo o cuzinho da minha irmã, quando o meu marido me viu, ele falou oi amor tira a roupa e venha se divertir, minha irmã estava gemendo e rebolando no pau do meu marido, ela olhou pra mim e falou, vem cá maninha deixa eu chupar a sua bucetinha, vem que eu vou fazer você gozar na minha boca.

Ele tirou a camisinha rapidamente e enfiou seu pau na minha boca…quase que imediatamente voltei a receber seu leitinho delicioso na minha garganta gulosa.