Esposa dando o cu

Esposa dando o cu

Esposa dando o cu

Em seguida senti sua língua penetrando meu cú, ela entrava e saia me causando um frisson maravilhoso, após alguns instantes sinto Alberto em cima de mim, seu pinto em meu rego, ele ajeita, Poe a cabeça no meu cu e força, seu pau é grosso e longo, sinto as pregas se romperem e o pau começa a deslizar para dentro, acho que o Motel inteiro ouviu meus gritos, gritos que foram dando vez a urros, urros de prazer, Alberto bombou meu cú por quase meia hora, gozei inúmeras vezes e acabei desfalecendo na cama. Não sei se houve alguma intenção nisso, mas minha esposa escolheu a segunda opção. e com o pau ainda dentro do meu cú, fiquei com a vagina totalmente aberta, ele jogou cocaina na minha vagina, fazendo ela arder, oque me acordou, já que eu estava quase desmaiando, ele se posicionou lá na frente para comer minha vagina, pegou minhas pernas e levantou separando-as, deu um cuspe na cabeça de seu pau, e acreditem, colocou seu pau junto com o de seu amigo no meu cú, eu comecei a me debater de dor, tentando me livrar de um dos paus, mas o terceiro homem que se excitou muito com a ousadia de seu amigo me segurou com extrema força me deixando imovél, então sem obstáculos ele começou a empurrar o segundo pau em meu cú, a dor era insuportavél, eu chorava muito e soluçando implorava para ele tirar o pau de mim, então o homem que estava me segurando enfiou de uma só vez seu pau duro em minha boca, sem nenhuma dó, os dois estocavam forte, fundo e dolorido seus paus em meu cú, nessa hora eu desmaiei por alguns minutos, acordei meia zonza tentei me mexer mas não conseguia, os dois homens ainda abusavam de cú, foi quando eu percebi que estava totalmente amarrada !!, eles amarraram meus braços abertos para tráz, prendendo-os com uma corda na cabeceira da cama, e minhas pernas amarraram para cima bem abertas como se fosse um ” V “, amarraram duas cordas, uma em cada tornozeiro e prenderam nas janelas uma de cada lado da parede, o terceiro homem estava acabando de me amarrar, ele veio para perto de mim e perguntou de novo sobre o cofre e disse que seria a ultima vez que perguntaria, que era para mim pensar muito bem antes de responder, porque ainda tinha mais dois homens para abusar de mim, eu insisti em dizer que não tinha cofre em casa, só de pensar como minha mãe sofreu para poder juntar aquele dinheiro, ele se irritou e foi para a sala falar com seus outros amigos… ( agurdem o assalto 2e começaram a amolecer e eu desfaleci já não tinha mais forças e ele aindaAchei que era hora de ir tirando o pau de lá , mas ela disse : “ Não”.