Empurrando no Cuzinho da Novinha

3 min

Categoria:

Tag: ,

visualizações

3 min

Categoria:

Tag: ,

Empurrando no Cuzinho da Novinha

Empurrando no Cuzinho da Novinha

E com a esquerda eu pegava em suas tetas por cima da roupa mesmo. Mauro me pegou no colo, me deitou no sofá e me dando um banho de lingua, fez com que sua piroca ficasse de novo em ponto de socar meu cuzinho.

Ruddi era um executivo da Shell Oil, nascido no Suriname, de formação européia.

Você é a bixinha mais novinha que eu comi até hoje e ainda tem esses peitinhos de garotinha de brinde, HA HA HA! Na próxima quero te ensinar a mamar uma rola e tu vai tomar muito leitinho viu. – O QUE ???? Você é louca mulher? Isto é lá assunto que se trate com um pastor???"Minha sobrinha Cecília trabalhou para um engenheiro, chamado Clésio. Se souber disso acho que ele morre… Mas você também se excita com a cueca dele? Não, eu nunca fiz isso, não sei pq está acontecendo isso, simplesmente parece que você está se masturbando justamente nos meus dias de folga e de manhã, pq sempre elas estão úmidas e hoje pq levantei mais cedo ela ainda estava melada… Olha Jonas, eu gosto demais do Ricardo, ele transa pelo menos umas três vezes por semana, não é carência, simplesmente eu não sei… Tudo bem, não vamos fazer uma tempestade, você gosta do cheiro e te excita certo? Sim, respondi nervosa… Pois eu vou te dizer uma coisa, não é que me masturbo nos seus dias de folga, é pq na coincidência acordei todos estes dias esporrando na cueca sem querer, pois já faz um tempão que não transo, pois antes de separar já não via transando a muito com a Ana (esposa do Jonas)… Então, você vai contar pro Ricardo? Claro que não, ele nunca entenderia, eu nunca entenderia e talvez nem você, se estivéssemos no lugar dele certo? Desculpa Jonas não vou fazer mais isso… Preocupa não Claudia, pode continuar fazendo, se você gostou e te excita pra mim não tem problema… Agora me aguarda na sala que este papo realmente mexeu comigo e é melhor eu tomar um banho gelado pra abaixar minha temperatura… Passei uma semana sem olhar pro Jonas e nem ele comigo… Mas chegou o dia de minha folga, e ele já estava trabalhando, estava sozinha de novo, levantei e fui ao cesto, não havia nenhuma Box lá… Fiquei conformada, e depois um pouco chateada… Quando foi a noite, o Ricardo havia comprado algumas cervejas e bebeu com o irmão, estávamos os três na sala, Ricardo apagou literalmente, e sem querer comecei a olhar pro Jonas, e de repente seu short começou a crescer, o pau dele estava ficando duro, parecia ser muito grande, tentei desviar, mas ele tentou ajeitar pra esconder e ficou pior pois a cabeça saiu pro lado de fora…Fiquei sem ação, não tirava os olhos, foi qdo Jonas disse que ia dormir e sem querer eu perguntei: Não vai terminar de ver o filme? Você não tem trabalho amanhã, termina de ver…Ele sem graça, sentou novamente, só q desta vez o pau continuava duro mas dentro do short… Comecei a imaginar mil coisas, sentia q devia estar ensopada… Ele levantou e foi à cozinha pedi que ele trouxesse água pra mim, qdo ele retornou, vi que Ricardo estava roncando no sofá grande, peguei o copo e ele ficou a minha frente esperando pra pegar o copo de volta, entreguei e sem pensar pedi baixinho: Posso? Ele sem entender… Posso pegar nele por cima do short só um pouquinho?Ele olhou assustado pro irmão e depois pra mim, mas antes dele dizer não, eu pus a mão por cima do short e segurei, senti q estava duro e era bem maior do que o do Ricardo. "– Cala a boca! Eu não quero ouvir nada que venha de você! Pra mim você ta morto e enterrado, e os mortos não falam!– O senhor tem um currículo impressionante, mas sua experiência na área não é tão grande.

Ela iniciou uma chupada estonteante como uma puta profissional, que se tornou ainda mais tesuda com a cena que agora eu via, enquanto a Kelly me chupava, de quatro, Thais já recuperada, acariciava a bundinha arrebitada de minha mulher, abriu suas nadegas e passou a titilar seu cuzinho com a ponta da língua, escorregando até a ponta do grelinho, o que fazia a Kelly chupar minha vara ainda com mais vontade.

Ele pediu pra gozar dentro afinal nem lembramos da camisinha, naquele momento eu so gemia de tesao, nem conseguia pensar, foi a primeira vez que alguem gozou dentro de mim, senti uma coisa quentinha e era gostoso sabe, me senti muito gostosa na hora. Era uma criança tímida, nunca fui de ter muitos amigos.

Tirou os dedos e após pincelar meu cuzinho com sua piroca duríssima, foi empurrando devagar.