é só no cu que minha puta gosta

41 seg

Categoria:

Tag:

visualizações

41 seg

Categoria:

Tag:

é só no cu que minha puta gosta

é só no cu que minha puta gosta

no final eles gozaram em nossas bocas e ordenaram que nos beijássemos pra selarmos nosso pacto e que uma vez no mês aquilo iria se repetir e que nós seríamos também machos de foda entre machos. Depois ela tirou o pau do seu marido da minha boca e chupou ele inteirinho ai ela mandou que eu ficasse de quatro e mandou o seu marido socar o pau no meu cuzinho, enquanto ele socava o pau no meu cu, ela deitou se por baixo de mim e começou a chupar a minha boceta e cariciava os meus seios, com uma língua na boceta e um pau dentro do cu, eu comecei a rebolar e dei uma gozada super. ""Eu e minha esposa sempre gostamos muito de sexo, joguinhos, aparelhos eróticos, roupas sensuais são uma constante em nosso relacionamento sexual. Desliguei o telefone envergonhando, pensando que minha resposta estava dando a maior pinta de como eu estava ansioso por reencontrá-lo.

Ela deu uma risadinha irônica: “Humm, o meu aluno parece que está querendo seduzir a sua professora…”. O padre sai pra igreja e quando volta a noite encontra ela no sofá deitada de rabo pra cima. Em uma de nossas conversas Anita ressaltou o quanto tinha gostado de mim e o quanto me achou gostosa e queria me propor uma aventura disse que o aniversário do namorado se aproximava e queria lhe fazer uma surpresa e que gostaria que eu fosse o presente, me enviou uma foto do bofe e UAUU, se ela queria compartilhar aquilo tudo de homem eu é que não ia deixar a menina na mão, aceitei mais que depressa sua proposta e depois de alguns acertos marcamos o dia, fomos para a casa dela e a ajudei com os preparativos, ela escolheu e forneceu um conjunto de meia-calça e cinta liga, e também um courset e coloquei um salto alto que ela pediu pra usar e também uma máscara estilo veneziana com algumas plumas ela não queria que o namorado me conhecesse, prendi meu cabelo ao alto da cabeça e ao me olhar no espelho parecia ser uma piranha do século passado. – Vem cá, tio…Levou-o de volta à cozinha e lá ela o chupou de novo.