Dotado socando a rola no cuzinho da safada- joel 19cm

30 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , ,

visualizações

30 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , ,

Dotado socando a rola no cuzinho da safada- joel 19cm

Dotado socando a rola no cuzinho da safada- joel 19cm

– Mas vocês se falaram ontem.

Na cama ele só faz sexo na posição de papai e mamãe e quando eu começava a me esquentar, ele já tinha gozado e sempre me deixava na mão, quando eu pedia pra chupar o seu pau, ele ficava bravo e não deixava, mesmo quando eu oferecia o meu cuzinho pra ele comer, ele brigava comigo e falava, que isso era coisa de puta, que mulher direita não fazia isso, eu morria de vontade de dar uma boa gozada e era obrigada a me masturbar sozinha o tempo foi passando e a cada dia que passava, eu ficava mais carente e angustiada, as siriricas que eu batia, já não estavam mais fazendo efeito.

Nossa vida sexual sempre foi boa, e meu marido nunca deixou a desejar nesse quesito, no entanto, há mais ou menos 2 anos ele me contou que tinha a fantasia de me ver transando com outros homens, ficava com a ideia fixa de me ver sendo possuída por um macho bem dotado.

Paulo começou a meter bem gostoso. Como o Pedro estava com tesão, resolveram começar sem mim. Acordamos umas 3:00 hs da manhã D.

Ele chupava tanto mas tanto meu grelo que ele ficou inchadinho e minha xotinha toda desbeiçada, eu não conseguia parar de olhar pra ele lá embaixo se deliciando com a minha buceta carnuda e molhada, ele começou a meter dois dedos na minha xaninha enquanto me chupava até sair caldo, eu comecei a rebolar nos dedos dele, e assim seguimos por mais dez minutos, ele levantou quando ouviu uma batida na porta do banheiro, era minha mamãe perguntando se eu estava ali, ele safado, tirou o pau pra fora uma rola grossa preta, e com o cabeção meladinho, e mandou eu ficar de quatro eu não podia pq lá fora estava minha mãe, ele me colocou apoiada na pia, e com o bundão empinado pra ele, e começou a meter no meu rabinho virgem, ele safado um cachorro se aproveitou que eu não podia gritar de jeito nenhum e começou a me enrabar sem dó nem piedade, eu mordia meus braços pra não gritar, ele socava e eu sentia minhas preguinhas do cu apertado se abrirem, a dor foi amenizando e a ideia de saber que eu tava sendo fodida enrabada por um macho gostoso, safado, e experiente lá dentro do banheiro enquanto meus pais estavam lá fora me procurando me deixou mais excitada, todos preocupados comigo e eu dando meu rabo gostoso, foi quando eu ouvi meu pai gritar meu nome desesperado, ligava pro meu celular que tinha ficado no meu quarto, e nisso eu senti a porra quente e gostosa do negão caralhudo escorrer cuzinho à baixo… que transa gostosa, pena que foi rápido, mas vamos marcar a próxima""Depois que minha mãe saiu ficamos vendo filmes e ele sempre me olhava.

Ele fazia carinho e em seguida ia socando cm a cm até encostar o saco na minha bunda já suada. Amanhã você vai sair comigo enrabadinha assim.

Os dias foram passando e até que gostava de me sentar perto dos garotos mais velhos, não entendi todas as coisas que eles falavam, mas eu gostava e até sentia um tesãozinho. Eu fiquei triste, tentando descobrir o que fiz de errado ou se ele poderia estar sentindo alguma emoção desagradável, e voltei para a minha cama logo ao lado.