Dando o cuzinho para o Rafael da EQPM

Dando o cuzinho para o Rafael da EQPM

Dando o cuzinho para o Rafael da EQPM

"Leia o conto anterior (Carnaval 2014).

Muito gentil nos convidou para sentar. – Não estou convidando para beber com os estudantes, professor. "Olá, meu nome é Rafael, moro no Rio de Janeiro e tenho 20 anos, moro aqui desde criança e com 18 anos comecei a namorar com uma menina chamada Paola, ela tinha 18 anos, morena clara, Cabelos longos até a cintura, peitos grandes, magrinha e uma bundinha empinadinha, Eu era louco pra comer ela, mas ela era virgem, ela me enviava fotos de calcinha, dos peitos dela, e só Estigava, eu não me contentava dela ao menos não pagar um boquete pra mim, ela tinha muito medo, pois usava aparelho, tinha medo de machucar, e só fica a dando beijos no meu pau.

Naquele momento era impossível não notar o volume que estava apertando seu short e isso me deixou doida pra ver o que tinha debaixo, então eu disse:– O que acha de apreciar esse bum bum mais de perto?– Você só pode estar brincando.

Para quem não conhece, é uma das linhas mais cheias e desordenadas da cidade. – Issooooo, meu bem!!! Que delícia!! Foder uma menininha lindinha como você é bem melhor que dar pra um macho!! – ouvi ela falando e fiquei muito orgulhosa. Ele disse que teria cuidado e botou a cabeçona na entrada da buceta e foi empurrando devagar ele estava tensa ao sentir aquela vara invadir sua xoxota.

Muito sério e sem esboçar nenhuma emoção, passei por aquela cadela no cio e fui até a porta. Minhas pernas falharam, perderam as forças e caí em meio as folhas úmidas no chão. Vi alguns deles com volumes em seus calções e eu não via a hora de tê-los em minha boca.

Não demorou muito a ereção começou. Eu fiz o mesmo no cuzinho aloirado dele e ouvi Rodrigo gemendo com meu pau na sua boca e um dedo coçando o interior do meu cu.

Só sei que minha pica ficou tão dura que apareceu em toda a plenitude.